Cuidados

cuidados1A criança será cuidada sempre pelo mesmo adulto para proporcionar vínculo afetivo e confiança.

Todas as habilidades de movimento corpóreo conquistadas pela criança, como levantar os pés, são utilizadas no momento da troca de fraldas e banho, criando uma relação de parceria e colocando a criança numa postura ativa e não acomodada. Assim a criança aprende a ser mais autônoma e participativa.

”Momento 1 para 1”: a atenção não está dividida com mais ninguém. A criança é o ser mais importante neste momento.

Mãos – por Emmi Pikler

Conseguir conhecer um ao outro é, obviamente, mútuo.
Ao conhecermos a criança, ela também começa a nos conhecer, e isso acontece principalmente por meio das mãos.
As mãos constituem o primeiro relacionamento do bebê com o mundo, além da amamentação.
As mãos tocam, deitam, lavam, vestem e alimentam o bebê.
Que tipo de mundo se revela para uma criança?
Que diferença faz quando mãos gentis, pacientes e tranquilas, que também transmitem segurança e clareza, cuidam dele?
Quão diferente parece o mundo se essas mãos são impacientes, ásperas, ligeiras, inquietas e nervosas?
No início, mãos são tudo para uma criança. Elas são a pessoa, o mundo…
Não importa quão pequena ela seja, nós nunca tratamos uma criança mecanicamente, como se ela fosse um objeto inanimado.
por Emmi Pikler
Trecho da obra “Bebês tranquilos – Mães satisfeitas"